I Re 18 – 19

I Re 18: 39 – “O que vendo todo o povo, caiu de rosto em terra e disse: O Senhor é Deus! O Senhor é Deus!”

“No devido tempo, para se apresentar a oferta de manjares, aproximou-se o profeta Elias e disse: Ó Senhor, Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, fique, hoje, sabido que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo e que, segundo a tua palavra, fiz todas estas coisas. Responde-me, Senhor, responde-me, para que este povo saiba que tu, Senhor, és Deus e que a ti fizeste retroceder o coração deles. Então, caiu fogo do Senhor, e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e a terra, e ainda lambeu a água que estava no rego. O que vendo todo o povo, caiu de rosto em terra e disse: O Senhor é Deus! O Senhor é Deus!” (I Re 36 – 39)

Elias não vivia para si, mas vivia para cumprir o propósito de Deus e por ele ter se entregado de tal forma, o Senhor pode usá-lo para resgatar aquele povo. Elias desafia sozinho quatrocentos e cinquenta profetas de Baal, quatrocentos profetas do poste-ídolo que comiam da mesa de Jezabe, fora o rei e todo o povo que também estava presente, pois ele confiava em Deus e tinha convicção daquilo que o Senhor estava prestes a fazer.

Então Elias ora e demonstra seu interesse em que o povo saiba que somente o Senhor é Deus em Israel e quando desce o fogo do céu e consome o holocausto, o povo age como quem foi curado de cegueira, pois eles passam a ver que o Senhor era de fato o único Deus. Graças à entrega de Elias, Deus faz essa obra maravilhosa e permite que o povo tenha outra oportunidade de ver um sinal de Deus, crer no seu poder, se converter dos seus maus caminhos e seguir os estatutos do Senhor.

Quando nos entregamos a Deus, permitimos que Ele faça obras maravilhosas através das nossas vidas. Sejamos canais da liberação do poder de Deus aqui na Terra.