Lv 26 – 27

Lv 26: 12 “Andarei entre vós e serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo.”

Deus não só passa a lei para o povo como mostra as conseqüências da obediência ou da negligência. A lei de Deus ao ser cumprida naturalmente favorecia a saúde, ordem e organização do povo. Mas mais do que isso era uma aliança que permitia que houvesse unidade entre Deus e o povo. A conseqüência da obediência, mais do que saúde ou ordem era manter comunhão com o Pai e desfrutar do seu cuidado. A negligência da lei era pedir para vir o terror, derrotas, escravidão, mas muito mais do que isso era a morte eterna, pois Deus sabia da conseqüência do pecado e já tinha seu plano perfeito preparado para a remissão através do sangue de Cristo.

A maior benção decorrente da obediência a lei de Cristo é a eternidade junto ao Pai. E a maior maldição decorrente da negligência é passar a eternidade sem relacionamento com o Senhor, sendo queimado no lago de enxofre com satanás e seus anjos. Não busquemos a salvação por medo do inferno ou de olhos em bênçãos materiais, mas focados no que há de mais precioso: a pessoa de Cristo!

“E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” (João 17: 3)